Pular para o conteúdo principal

5 COISAS "SUJAS" QUE VOCÊ NÃO SABIA SOBRE OS BEATLES

BEATLES

5 coisas ‘sujas' que você não sabia sobre os Beatles


Os Beatles podem ser conhecidos como uma banda limpíssima e saudável, que pode ser apreciada por gente de qualquer idade. Mas quem olhar de perto suas letras e seu legado vai repensar essa percepção. “Why Don’t We Do It in the Road?” (por que não fazemos aquilo na estrada?) talvez não tenha sido o momento mais explícito da banda...
O The Huffington Post mergulhou algumas vezes no tema Beatles no último ano. Aqui estão alguns dos detalhes mais escandalosos que por algum motivo ainda não são de conhecimento público.
1. Os Beatles pronunciaram de forma errada “Sie Liebt Dich”, a versão alemã de “She Loves You”. A música vira essencialmente “She Loves Dick” (ela ama pinto).
104588283
Em 1964 , os Beatles gravaram versões em alemão para “She Loves You” e “I Want to Hold Your Hand”. Em “Sie Liebt Dich” eles pronunciaram “dich” como “dick” (pinto), um erro que parece suspeito, uma vez que os Beatles passaram anos em Hamburgo.
HuffPost falou com o superfã Mike Brown, que desde os anos 1990 mantém a maior lista de anomalias dos Beatles – What Goes On. “É uma piadinha intencional? Acho que eles provavelmente sabia e tentaram fazer passar despercebido”, disse ele. “Eles passaram tempo suficiente na Alemanha para aprender a pronúncia correta.”
Na entrada de “She Loves You”, Brown explica: “Tenho certeza de que Paul e John sabiam que ‘dich’ não se pronuncia ‘dick’, mas os garotos estão claramente cantando ‘Sie liebt dick. Ja! Ja! Ja!’”.
A versão americana também pode ter um elemento sujo. Brown escreve que os Beatles podem estar cantando uma letra diferente da oficial. “Soa como ‘She loves you, She’d love to, She loves you’, em vez da letra oficial! Se eles realmente estiverem cantando assim, é só uma piadinha deles. ‘She’d love to, and you know that can’t be bad...’ (ela adoraria, e você sabe que isso não pode ser ruim)”.

2. George Harrison perdeu a virgindade enquanto os outros Beatles assistiam secretamente. Eles comemoraram quando ele terminou.
TK TK gifs

Tune In (Sintonize, em tradução livre), a antologia de pesquisa monstruosa (3 000 páginas de Mark Lewisohn, destaca a seguinte frase de George Harrison:
"Minha primeira trepada foi em Hamburgo, com Paul, John e Pete Best assistindo. Estávamos em beliches. Eles não enxergavam nada porque eu estava debaixo das cobertas, mas depois que terminei eles aplaudiram e comemoraram. Pelo menos ficaram quietos enquanto eu estava no ato."
3. Dizem que os shows dos Beatles cheiravam a urina por causa das garotas superempolgadas.
beatles

Várias pessoas já disseram que os shows dos Beatles eram conhecidos pela urina. Notavelmente, John B. Lynn, filho do dono de uma casa onde eles tocaram, disse ao Washington Postque o lugar tinha cheiro de xixi de meninas superempolgadas depois do show. Bob Geldof disse à Q Magazine em 2010:
"Os Beatles eram um caso de mulheres in excelsis. É um clichê antigo, mas não dava para ouvi-los por causa da gritaria. Lembro de olhar para o chão do cinema e ver esses filetes de xixi nos corredores. As meninas estavam literalmente fazendo xixi nas calças de tanta empolgação. O que mais associo aos Beatles é o cheiro do xixi das meninas."
4. George Harrison e Paul McCartney harmonizando “tit tit tit tit” (tetas) no fundo de “Girl” era uma piada suja.
118368648

Você acharia óbvio que um vocal de “tit tit tit tit” (tetas) em uma música chamada “Girl” (menina) seria uma piada suja, mas isso costuma passar despercebido. A Beatles Bible indica que Paul McCartney é citado no livro Paul McCartney: Many Years From Now (Paul McCartney: daqui muitos anos, em tradução livre) falando sobre a origem da piada.
Era sempre divertido ver se conseguiríamos enfiar uma letra suja no disco: ‘fish and finger pie’, ‘prick teaser’, ‘tit tit tit tit’. Os Beach Boys tinham uma música em que o cantavam ‘la la la la’ e adorávamos aquela inocência, queríamos copiá-la, mas sem usar a mesma frase. Estávamos procurando outra frase, e era ‘dit dit dit dit’, mas de sacanagem decidimos mudar para ‘tit tit tit tit’, que era indistinguível de ‘dit dit dit dit’. E demos muita risada.
"Era um pequeno alívio no meio dessa grande carreira que estávamos construindo. Se pudéssemos colocar alguma coisa subversiva, colocávamos. George Martin podia dizer ‘Era ‘dit dit’ ou ‘tit tit’ que vocês estavam cantando?’ ‘Ah, ‘dit dit’, George, mas é meio parecido, né?’ E aí íamos pro carro, morrendo de rir.
O “fish finger and pie” (gíria britânica da época para pegação) mencionado por McCartney é de “Penny Lane”. Brown, da What Goes On, falou com o HuffPost sobre o verso “four of fish and finger pie” e explicou que McCartney sempre foi muito aberto sobre a sujeira da frase, dizendo: “Paul reconheceu [que o verso] era meio ‘safadeza, pros caras’, se me lembro direito!”

5. Depois de quase um ano tomando banho em mictórios, os Beatles foram expulsos da Alemanha por botar fogo numa camisinha.
pete best beatles
Em Hamburgo, Alemanha, os Beatles passaram a maior parte de 1960 vivendo atrás da tela de um cinema chamado Bambi Kino. Paul McCartney descreveu a situação: “Morávamos no backstage do Bambi Kino, perto dos banheiros, e sentíamos o cheiro o tempo todo”. Aparentemente a banda tinha de usar a água dos os mictórios para tomar banho e para fazer a barba. No fim das contas, George Harrison foi expulso do país por ser menor de idade.
Os Beatles fizeram planos para sair do Bambi Kino, mas antes que McCartney e o então baterista, Pete Best, deixassem o lugar, botaram fogo numa camisinha, o que enlouqueceu o dono do cinema e os levou à prisão. McCartney e Best foram deportados.
Mais tarde, os Beatles voltariam a Hamburgo. Em 25 de dezembro de 1962, a banda jantaria um cavalo.
BÔNUS: A publicação oficial do Vaticano apontou "Revolver" como o melhor álbum de música pop de todos os tempos.
Eis algo do lado oposto do espectro... Esse anúncio foi feito num artigo de 2010. Isso apesar de o Vaticano ter famosamente condenado os Beatles por satanismo, depois de John Lennon dizer que a banda era “mais popular que Jesus”.

TK TK gifs
O Vaticano “perdoou” os Beatles em 2010, o que Ringo Starr considerou “desnecessário”.

BEATLES


Fonte:http://www.brasilpost.com.br/2015/05/07/beatles-curiosidades_n_7236708.html

Postagens mais visitadas deste blog

AS GRANDES PARCERIAS DE JOHN LENNON NO "ALÉM-BEATLES"

As grandes parcerias de John Lennon no “além-Beatles”Como compositor, John Lennon levou Elton John e David Bowie ao topo das paradas. Como músico, ele conseguiu se entrosar com Frank Zappa e Chuck Berry, e “brincou” de supergrupo com Eric Clapton, Keith Richards e Mitch Mitchell. Na conta de encontros musicais “além-Beatles” de Lennon ainda consta o baterista do Yes Alan White e a eterna companheira, musa e parceira de composição Yoko Ono. A seguir, conheça as grandes colaborações de Lennon ao se excetuar o trabalho dele nos Beatles.

Por Lucas Brêda
As grandes parcerias de John Lennon no “além-Beatles” Yoko Ono

A mais frutífera parceria de John Lennon depois de Paul McCartney é também a mais polêmica delas. Detestada por ex-integrantes, produtores e engenheiros de som dos Beatles (e basicamente boa parte do resto do mundo), Yoko Ono não só deu nome à principal banda que acompanhou Lennon em carreira solo (a Plastic Ono Band) como dividiu a autoria de canções como “Oh My Love” (Imagine), “…

PAUL MCCARTNEY : O MAIOR POPSTAR DO MUNDO

Foto de divulgação

Paul McCartney: o maior popstar do mundo

A maior noção da história do rock é a de que “tudo começou com Elvis” (Presley). Primeiro ídolo e pai do rock’n’roll, Elvis ficou para a história mais pelo ícone que representa do que pela música em si. Apaixonados por Elvis, como todos que começaram a fazer música estimulados pelo nascimento do rock’n’roll, os Beatles tornaram-se mito ainda nos anos 1960 – com seu denso trabalho autoral, numa discografia consideravelmente longa para seus meros oito anos de atividade no mercado fonográfico.

Se John Lennon era a alma dos Beatles, Paul McCartney era a música. E é com isso que há quase 50 anos o inglês James Paul McCartney encanta platéias mundo afora. Considerado o mais musical dos Beatles, e o mais melodioso da dupla Lennon & McCartney, Paul é responsável por inúmeras das maiores pérolas da banda. Em brilhante carreira solo há exatos 40 anos, desde o fim dos Beatles, Paul acumula extensa discografia – que inclui todos os dis…

24 ÁLBUNS PRA MANJAR MAIS QUE O SUFICIENTE SOBRE POST-ROCK

24 álbuns pra manjar mais que o suficiente sobre post-rockTudo o que era pra ser rock, mas não é
A história do gênero começou entre o finalzinho dos anos 80 e começo dos anos 90 e, como qualquer estilo, teve altos e baixos. De um tempo pra cá, no entanto, voltou a pipocar nos fones alheios, principalmente por causa de serviços como o Spotify, que disponibilizou várias playlists de post-rock. Meus amigos, por exemplo, adoram ouvir o som enquanto trabalham, embora não saibam exatamente o que estão ouvindo. Devo ter deixado, por descuido e não por maldade, alguns nomes importantes fora da lista. IsisMONO65daysofstatic e outros tantos. Por isso convido você a acrescentar outras bandas nos comentários. Com certeza será bem enriquecedor pra mim e para os outros leitores. Comecemos então definindo o que é post-rockO termo foi utilizado pela primeira vez em março 1994, batizado pelo jornalista Simon Reynolds, na resenha do álbum Hex, da banda Bark Psychosis, para a revista britânica Mojo. Doi…